quinta-feira, 31 de março de 2011

Não quero sofrer

As pessoas costumam dizer que eu sou do tipo que se apaixona pouco, que se envolve racionalmente e que gosta de sofrer. Já ouvi tantas vezes que por essa minha necessidade de ser seletiva eu vou acabar sozinha que eu fico a pensar onde foi que eu me tornei assim.

Não, na verdade eu não vou falar de mim. Vou falar de todas nós que já sentiram a frustração de ter alguém nos amando e de não retribuir. Falar de todas nós que aprenderam que se não for intenso e recíproco não vale a pena.
Nenhuma de nós gosta de ser desprezada, pisada ou de sofrer. Mas a gente precisa de mistérios, de curiosidade e mais uma vez de equilibrio. Não tem como falar se sentimentos, e aceitar que as pessoas busquem sofrer. Eu não busco. Mas eu quero alguém que pense coisas de modo diferente do meu, que tenha auto estima suficiente pra não abaixar a cabeça pra tudo que eu disser, que me beije de olhos fechados e que sorria um sorriso bobo depois disso. Quero alguém que tenha a própria vida, os próprios medos, e problemas. Alguém que se arrisque por mim, o mesmo tanto que eu me arrisco por ele. Quero reciprocidade, verdade e vontade.
Quero ter vontade de ligar no meio da noite e perguntar que serie ele esta assistindo, primeiro por saber que ele está tão acordado quanto eu, e segundo por não saber tudo sobre ele, ainda. Quero ser surpreendida com uma mensagem offline no msn, com um video qualquer sobre alguma coisa que eu disse. Quero ser surpreendida com um poema, ou texto que seja adequado ao nós. Quero nós. 
Não quero traição, lágrimas, nem mentiras. Não quero ser só mais uma. Mas eu preciso querer ser alguém melhor. Preciso de alguém que nao ignore meus defeitos, mas que esteja disposto a suportá-los.
E isso não é gostar de sofrer. É querer sentir o melhor sentimento, da melhor maneira.

A Dani deixou um comentário no post anterior que me doeu tanto, que eu precisei me explicar.

19 comentários:

кєʑiα вrєท∂α disse...

Adorei seus post's .. estou seguindo. se der de uma passadinha no meu blog http://kehbrendavdd.blogspot.com/ bgs Keh Brenda

Ju Fuzetto disse...

Tão verdadeiro

araujo.blog disse...

Dando uma passadinha no seu blog e parabenizá-la por ele.
Estou te seguindo, me segue também, se poder da uma clicada no adsense...
http://araujoblogapaixonada.blogspot.com/
Valeu e boa sorte no blog aparecerei depois pra comentar kkkk :P

Sãozinha disse...

Adorei o teu blog, está muito fofinho. Já tou a seguir, segues o meu? :) Passa a palavra do meu blog se gostares dele e se não te importares claroo: conceicaoccs.blogspot.com
Beijinhos
<3

Camila disse...

O sofrimento é apenas consequencia.

кєʑiα вrєท∂α disse...

Olá tudo bem !?
Adoro seu blog;
tem selinho pra você http://wheretolivegoodandevil.blogspot.com/
o nome é ME ME;
p.s: eu deixo apenas 1 dia como postagem, depois disso coloco no rodapé do meu blog// mais msm assim pode ir buscar bgs ♥

a disse...

caramba garota, me identifiquei muito com tudo isso... Parabéns pela clareza.

Mónica Vale de Gato disse...

Olá a todos! Ultimamente tenho tido pouco tempo para escrever pois daqui a duas semanas vou embarcar numa viagem de 2 meses para a ÍNDIA!
Tenho dedicado por isso bastante tempo ao meu novo blog: Fight for your dreams.
Local onde tenho escrito todos os passos, aventuras e desventuras até conseguir realizar este sonho! Irei por isso escrever aí, um pouco sobre os meus dias na Índia. Espero-vos com todo o gosto em http://fight4y0urdreams.blogspot.com/ :)

Amanda Romero disse...

Oi =) pra quem não lembra eu sou a Amanda Romero do Keep Breathing e estou reabrindo o blog. Fiquei um tempo sem escrever por falta de tempo, mas quem escreve sabe que quando não se coloca essas palavras pra fora a mente vira um furacão.
Tem post novo (http://amanda-romero.blogspot.com/2011/06/o-problema-voce-nasce.html)
e se gostar da uma olhadinha no resto do blog =) http://amanda-romero.blogspot.com/

Obrigada.

/Realmente, quando alguém olha pra você e te chama de insensível e inconstante só porque você não da bola pra todos que estão por aí dando mole pra você... ah, dói. Felizmente sinto prazer em ser a insensível e inconstante que todos dizem. Não que eu seja essas coisas, mas chega a ser meio besta pensar que as pessoas nos rotulam só porque a gente procura uma coisa mais concreta. Sabe? Quer dizer, ficar chamando de amorzinho e minha linda pra lá e pra cá, sinceramente não me emociona e não me da vontade nenhuma de me envolver. Tua definição de como deve ser um relacionamento foi a mais correta e sincera, de acordo com o meu ponto de vista.
Teu blog continua lindo.

graciélelongo. disse...

amei aqui, seguindo. poderia seguir o meu ? http://diaryofagirl97.blogspot.com/

Natalia Smirnova disse...

Ola, gostei do que escreveu, muito interessante. Você tem uma maneira de escrever muito própria, parabéns.
Bom, te convido para o POET (Pages Of Erased Text) para acompanhar o novo romance online “Illegitimate”. Totalmente gratuito e fresquinho, saindo do forno. Em breve, também estarei lançando o book-trailer de “Illegitimate”. E não perca o sneak-peek do próximo capítulo. Te vejo por lá. http://pagesoferasedtext.blogspot.com/

Nati Colchoc disse...

Tão sincero essas palavras, já senti algo parecido, ser seletiva tem seu lado bom, só que isso implica em algumas inseguranças a gente se questiona mais se esta sendo "radical" ou apenas nós mesmos. Adorei o texto, bjs:*

Nathalia =) disse...

Adorei o post!!! vou te seguir, se puder, me segue tb? estou começando agora aqui no blog! beijãoooo

fêrlyvictoria disse...

Olá, passando aqui linda *-*, estou te seguindo, visita meu cantinho também :
http://reverseobrlife.blogspot.com/

Alana Almeida disse...

ooi, to seguindo seu blog.
segue o meu também? http://memoriasdomeuanjo.blogspot.com/
acho que vai gostar.
Desde já agradeço. Beeijo :*

Ilária Oliveira disse...

"Mas eu quero alguém que pense coisas de modo diferente do meu, que tenha auto estima suficiente pra não abaixar a cabeça pra tudo que eu disser, que me beije de olhos fechados e que sorria um sorriso bobo depois disso. Quero alguém que tenha a própria vida, os próprios medos, e problemas. Alguém que se arrisque por mim, o mesmo tanto que eu me arrisco por ele. Quero reciprocidade, verdade e vontade."

Eu só quero isso, mas será porque é tão difícil assim?

http://hilariaoliveira.blogspot.com/

Fernando Gonçalves disse...

Olá, parabéns pelo seu blog.
Te convido a conhecer o meu,
http://carmasepalavras.blogspot.com/

;)

Vivianne Lima. disse...

Amei seu post! Sábias palavras! Estou te seguindo! me segue também?

http://coisadevivianne.blogspot.com/

Fernando Gonçalves disse...

Olá, parabéns pelo seu blog.
Te convido a conhecer o meu,
http://carmasepalavras.blogspot.com/

;)